“Quando
a noite cai
a saudade me
pega pelos braços
e puxa para dançar.”
—  As lima.     (via autorias)

“E no domingo a tarde, sem nada para fazer, sem nada para pensar, você escuta uma música e lembra dos seus sonhos de criança. Sonhos não realizados, sonhos não concretizados. Uns por motivos de falta de incentivo, outros por falta de coragem de dizer: “Não, eu quero ser isso e ninguém pode me impedir.” Mas impedem.”
O menino Charlie.  (via motivando)

“Eu amei você. Amei sem medo. Amei com o coração, com o corpo e com a minha alma. Amei não pensando no que poderia me acontecer se caso um dia você me deixasse. Eu me entreguei totalmente à ti. Lhe dei todos os meus sonhos e fiz de você um. Acreditei que pudesse me amar algum dia e lutei para que isso acontecesse. Mas percebi que isso nunca iria acontecer. O problema não estava em você, mas em mim. Eu não fui feita para o amor.”
Taynara Braz. (via isolavel)

“A dor é estranha. Um gato matando um passarinho, um acidente de carro, um incêndio… A dor chega, BANG, e aí está ela, instalada em você. É real. Aos olhos dos outros, parece que você está de bobeira. Um idiota, de repente. Não há cura pra dor, a menos que você conheça alguém capaz de entender seus sentimentos e saiba como ajudar.”
Charles Bukowski.  (via distanciarei)

“Dorme menina… Que o sono também salva, ou adia.”
Caio F Abreu    (via autorias)

theme